terça-feira, julho 11, 2006

Liberdade


















Liberdade

Aqui nesta praia onde

Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.


Sofia de Mello Breyner

3 Comments:

Anonymous Carlos said...

"A liberdade é incompatível com o amor: um amante é sempre um escravo ". Liberdade absoluta não existe...Mesmo quando estamos livres de tudo exterior estamos subjugados à vontade interior!!! À nossa própria vontade...Um beijo fofo

17/7/06 01:49  
Blogger Ferreirinha said...

Liberdade é uma boa palavra para ser trabalhada em poesia, quiça até em política, ou em metafísica, mas isso é coisa que ninguém pode garantir que tem. Somos sempre cativos de alguma coisa. Do tempo, do trabalho, da lei, dos costumes, da moral, da amizade, do amor, dos filhos, das responsabilidades, do nosso corpo finito e corruptível, enfim...

18/7/06 23:06  
Blogger Pandora said...

É uma liberdade nossa estarmos cativos por querer. A opção do cativeiro, a nós pertence, e torna-se assim uma forma de liberdade, de livre escolha. Devemos, isso sim, fazermos essa opção de consciência plena nos entraves que esta traz. Assim não haverá recriminações.

19/7/06 11:53  

Enviar um comentário

<< Home