terça-feira, outubro 11, 2005

Esta Viagem


A melhor deslocação que podemos fazer, é aquela em que o espirito se movimenta no sentido do que deseja mais alcançar. É certo que, nem sempre estamos desatados do nosso corpo para que possamos permitir uma nova viagem. Contudo, quando esta é encetada, trata-se de uma experiência única e inolvidável.
E assim subi ao mundo do meu Peregrino, não sem as minhas habituais reticências, mas com uma forte convicção de que mais luz se faria dentro da minha caixa.
Não fiquei por muito tempo, porque os encontros comigo mesma nem sempre são isentos de cansaço, mas trouxe comigo um saquinho pleno de pedras da lua que me brilham sem luz propria, mas incessante.
O Peregrino vê estes meus espantos com algum paternalismo, e eu, melindro-me.

1 Comments:

Blogger Lobito said...

El espacio de tu peregrino no es tan grande como el que existe dentro tuyo.

Tal vez dentro de ti este el universo donde el peregrino pueda ficar para siempre.

El Lobo Forastero.

11/10/05 18:06  

Enviar um comentário

<< Home